7500+ artigos disponíveis em stock
🎄 Regresso possível até 31.01.2023
Seu parceiro para astronomia
Revista > Prática > Conselhos e Truques > Observar sob um céu sem poluição luminosa
Prática

Observar sob um céu sem poluição luminosa

A Lua e os planetas prevalecem num céu iluminado. Mas se quiser observar objetos de céu profundo, vale a pena sair da cidade.

Fotografia: Martin Podzorny / shutterstock Fotografia: Martin Podzorny / shutterstock

O local certo para a observação

Embora seja possível observar a Lua e os planetas na cidade, no que toca à observação de objetos de céu profundo, aglomerados estelares pouco luminosos, galáxias e nebulosas de gás, a história é outra: vai precisar mesmo de um fundo de céu escuro. O aumento constante, nos últimos anos, de iluminação de rua, projetores de luz e iluminação de fachadas fez com que já não existam bons locais de observação na Alemanha.

Apesar das dramáticas consequências ecológicas para muitos animais noturnos, bem como do apelo à redução dos gases com efeito de estufa e do consumo de energia, não há sinais de vontade por parte dos políticos de combater a poluição luminosa. O astrónomo amador tem, então, de percorrer longas distâncias para encontrar um local aceitável. Os Altos Alpes, Mecklenburg e algumas ilhas do Mar do Norte são locais que ainda oferecem boas condições de observação. No outono, quando a neblina se instala, também as regiões montanhosas de média altitude proporcionam fantásticas noites de observação. Sob um céu com boas condições, verá com o seu telescópio objetos que anteriormente julgava serem impossíveis de alcançar. Portanto, vale a pena percorrer longas distâncias.

Para observar objetos de céu profundo, deve procurar pelo menos uma "área verde". No caso da Lua e dos planetas, a poluição luminosa é totalmente irrelevante.

Encontrará um mapa com uma melhor resolução em

http://www.astrode.de/lightpol.jpg

Produtos recomendados