7500+ artigos disponíveis em stock
🎄 Regresso possível até 31.01.2023
Seu parceiro para astronomia
Revista > Prática > Conselhos e Truques > Ajuste de binóculos
Prática

Ajuste de binóculos

Vê duas imagens do mesmo objeto? Não se preocupe! Os seus binóculos não estão danificados; apenas já não estão corretamente ajustados.

Fernglas Okulare Nah

Ajustar os seus binóculos em 10 minutos

Desfrutar da natureza com um par de binóculos é uma das experiências mais bonitas que existe. Observar as montanhas e as fendas dos glaciares durante o dia, admirar a plumagem das nossas aves nativas ou mergulhar no fascinante universo da astronomia são, muitas vezes, momentos inesquecíveis, que nos são proporcionados por um par de binóculos.

Por isso, é importante cuidar dos seus binóculos e manuseá-los com cuidado, como instrumento ótico que são, pois são compostos por vários componentes óticos que efetivamente contribuem para o prazer da observação.

Quando os binóculos já não cumprem a sua função

Por vezes, os seus binóculos podem deixar de apresentar a qualidade ótica de sempre. Em casos extremos, pode nem sequer ver uma imagem, mas sim duas imagens individuais redondas, apresentadas separadamente. Neste caso, os seus binóculos estão desajustados. Isto significa que os componentes óticos (sobretudo os primas) deixaram de estar alinhados entre si. Mas não entre em pânico! Os seus binóculos não estão danificados, apenas deixaram de estar corretamente ajustados. Talvez tenham sofrido grandes vibrações ou tenham caído pela primeira vez.

Se tiver uns binóculos com prismas Porro, pode proceder ao autoajuste com recursos simples, para que volte a desfrutar do prazer da observação na sua plenitude.

Posto isto, apresentamos-lhe algumas instruções relativas ao autoajuste dos binóculos. Muitos binóculos Porro podem ser ajustados de forma semelhante.

1.

Primeiro, deve testar se é mesmo necessário um ajuste. Para isso, é melhor fixar os binóculos a um tripé para que estes possam ser fixados de forma estável num ponto. Posicione o vidro e o tripé de modo que possa descontrair e observar a paisagem sentado numa cadeira. Se puder ser tudo com boa qualidade e de forma nítida e descontraída, não é necessário ajustar nada aos seus olhos. Se vir imagens duplas ou tiver até uma sensação de vertigem, é provável que os binóculos não estejam ajustados de forma precisa.

2.

Ao observar através dos binóculos, seria útil apontar para uma casa ou um edifício que tenha, de preferência, linhas retas — na vertical e horizontal. Contudo, o objeto deve encontrar-se a uma distância suficiente.

Agora, olhe através dos binóculos com o seu olho direito e esquerdo, alternadamente. Se abrir e fechar de forma rápida e alternada o olho direito e o olho esquerdo, pode facilmente ver a diferença entre as duas impressões visuais. Em caso de desajuste, é dada a impressão que os objetos estão a saltar para trás e para a frente. Um desajuste vertical é sempre mais problemático do que um desajuste horizontal. Os desalinhamentos em altura são difíceis de compensar pelo olho humano. Por outro lado, as pequenas diferenças horizontais podem ser bastante normais e não constituem um problema.

3.

Se os binóculos não estiverem ajustados, provavelmente irá ver a linha horizontal do muro a saltar para cima e para baixo, ao alternar a sua visualização. Neste caso, devem ser tomadas medidas. É recomendado que, durante o ajuste, trabalhe com duas chaves de fendas em simultâneo. Ou seja, posicione as duas chaves de fendas nos parafusos de ajuste e olhe simultaneamente através dos binóculos. Agora, deve proceder de forma meticulosa. São necessários apenas movimentos de aparafusamento muito pequenos para ajustar os prismas.

4.

Para além de um muro, um abeto com os seus vários ramos também pode ser um bom objeto de ajuste, uma vez que é essencial alinhar os ramos individuais.

5.

Se a borda do muro estiver horizontal nas duas imagens ou se os ramos da árvore estiverem alinhados, foi alcançado um ajuste suficientemente bom. A imagem deve agora ser nítida e a visualização através dos binóculos deve ser novamente agradável. Alterne de forma rápida o seu olhar entre o olho direito e o olho esquerdo novamente para verificar o ajustamento. Quando a imagem estiver agradável aos seus olhos, pode concluir o ajuste.

No entanto, em casos específicos, pode acontecer que para outra pessoa o seu ajuste não pareça completamente perfeito. Mas não se preocupe com isso, porque não existem dois olhos humanos que consigam ver de forma idêntica e perfeita. Apenas pequenas alterações na posição dos olhos de uma pessoa podem resultar em impressões visuais diferentes. Contudo, é frequentemente possível encontrar um "ajuste equilibrado".

Não quer ter o trabalho de ajustar os  seus binóculos? Não há problema!

Envie-os para a Astroshop. Ajustamos os seus binóculos à medida das suas preferências, com alta precisão.

Dica:

escondidos por baixo do revestimento em borracha, estão os pequenos parafusos de ajuste para os prismas. Com uma chave de fendas pequena, pode efetuar um autoajuste. É observada uma diferença de altura nítida entre a impressão visual direita e esquerda dos binóculos. As imagens dos binóculos devem agora ser cuidadosamente ajustadas entre si, alternando a visualização uma e outra vez.