7500+ artigos disponíveis em stock
🎄 Regresso possível até 31.01.2023
Seu parceiro para astronomia
Revista > Prática > Conselhos e Truques > Ligar a câmara ao telescópio
Prática

Ligar a câmara ao telescópio

Quer reter as suas observações em fotografias? Passo a passo: é assim que se liga a câmara ao telescópio. 

Fotostory Kamera Anschliessen Teaserfinal

Quer iniciar-se na astrofotografia e finalmente tirar as suas próprias fotografias? 

É uma boa ideia. Porque não é o único a querer fazê-lo. No ano passado, 72% dos nossos clientes também quiseram tirar fotografias. 

Com os meios disponíveis hoje em dia, faz todo o sentido. Desde o tempo dos smartphones modernos, muitos se tornaram fotógrafos. Mas não astrofotógrafos. Isso parece ser mais difícil. Mas não se preocupe! Estamos a trabalhar nisso. Com este guia ilustrado simples, obterá a sua primeira astrofotografia mais depressa do que Donkey Kong consegue as suas bananas.

Porquê uma câmara DSLR?

Utilizamos uma DSLR, ou seja, uma câmara reflex monobjetiva digital ou uma câmara reflex.

As vantagens são evidentes:

  • Não tem de investir logo numa câmara especial para astronomia e também pode utilizar a câmara no dia a dia
  • As DSLR são autossuficientes e passam sem muitos cabos e portátil
  • Podem ser ligadas a um telescópio através de dois adaptadores simples

Não terá dificuldade em tirar a sua primeira astrofotografia. 

Uma pequena limitação: não tiramos fotografias de planetas!

As câmaras DSLR e reflex são uma boa opção para a lua e objetos de céu profundo. Mas não são tão adequadas para planetas. Isto tem a ver com a técnica utilizada para tirar fotografias sofisticadas e nítidas de planetas. Saiba mais sobre o assunto no nosso artigo Astrofotografia para principiantes.

O que é que tem de ser ajustável na sua câmara?

A próxima selfie de família? A sua câmara já faz isso normalmente sozinha. A única coisa que tem de fazer é esboçar um sorriso — às vezes amarelo, dependendo da situação. E está pronta a fotografia. 

Na astrofotografia, isto não é possível. Tem de selecionar todas as configurações manualmente. Não tenha medo! É bastante fácil. Que configurações são aconselháveis? Segue uma lista das nossas recomendações:

  • Mudar de automático para manual (M)
  • ISO: 400-1000
  • Selecionar manualmente o tempo de exposição e testar consoante o objeto (1/250 até 30 segundos)
  • Equilíbrio de brancos para a luz do dia
  • Melhor qualidade de imagem, possivelmente formato RAW não comprimido

Passo a passo: como unir a sua câmara ao telescópio

Retire a objetiva da câmara.

Passo a passo: como unir a sua câmara ao telescópio

Encaixe um anel em T...

Fotostory Kamera Anschliessen Step2

... e um adaptador de 1,25“ ou 2“ na rosca T2.

Fotostory Kamera Anschliessen Step3

Direcione o telescópio para uma estrela brilhante...

Fotostory Kamera Anschliessen Step4

... e centre-o na ocular.

Fotostory Kamera Anschliessen Step5

Fixe a câmara no focador...

Fotostory Kamera Anschliessen Step6

e aperte os parafusos de aperto.

Fotostory Kamera Anschliessen Step7

Ligue a função de tempo real da sua câmara e rode o focador até a estrela ficar com um aspeto muito fino. Tire depois uma fotografia de teste com um tempo de exposição curto. Recomenda-se utilizar um disparador por cabo ou um temporizador para que a imagem não fique desfocada.

Observe a imagem com ampliação elevada. A estrela está nítida? Caso contrário, repita a fotografia de teste até a estrela aparecer nítida.

Ajuste o seu objeto fotográfico e tire uma fotografia de teste. A extensão e o alinhamento coincidem?

Fotografe o seu objeto e experimente diferentes tempos de exposição.

Fotostory Kamera Anschliessen Step8

Os quatro pilares do seu telescópio

Indo direto ao assunto: 

  • A: Nem todos os telescópios são adequados para astrofotografia. 
  • B: Nem todos os telescópicos, que parecem ser de astrofotografia, são adequados à mesma. 

O seu telescópio deve reunir quatro características, ou chamemos-lhes pilares, porque são mesmo importantes.

1. Focador:

Trata-se do focador. Este tem de ser estável e não pode tremer. Serve para ajustar com precisão a nitidez da imagem.

2. Montagem EQ:

Caso pretenda fotografar outros objetos além da lua, o seu telescópio precisa de uma montagem equatorial. Também ela tem de ser estável. Os instrumentos para principiantes muito baratos e leves têm muitas vezes este tipo de montagem, mas a estabilidade que oferecem não permite muitas vezes ir além da observação visual. Regra geral: a montagem deve representar cerca de 50–60% do custo total de um telescópio para ser adequada para astrofotografia. Em caso de dúvidas, não hesite em contactar os nossos técnicos. 

3. Capacidade de orientação:

Deveria conseguir orientar o seu telescópio para o polo norte celeste. Certifique-se de que o telescópio tem um buscador polar ou que é possível instalar um posteriormente.

4. Seguimento:

O telescópio deve ter um seguimento motor ou um sistema GoTo, porque o seu objeto também tem de manter-se centrado com tempos de exposição mais longos. 

Que objeto fotográfico se adequa às primeiras fotografias?

Para a sua primeira fotografia, recomendamos que opte pela lua. É brilhante e, com um tempo de exposição curto, produz resultados fabulosos que pode exibir com orgulho.

Nebulosa de Oríon M 42, registada com Omegon APO 85 mm f/6,6 e Sony Alpha. Fotografia: Marcus Schenk Nebulosa de Oríon M 42, registada com Omegon APO 85 mm f/6,6 e Sony Alpha. Fotografia: Marcus Schenk

Se quiser fotografar um aglomerado estelar ou um objeto nebuloso, o tempo de exposição tem de ser mais longo. Se a sua montagem estiver alinhada com precisão e estiver a utilizar um seguimento motor, a exposição pode durar entre 30 e 45 segundos. 

Ideias fotográficas para as primeiras fotografias:

  • Lua em quarto crescente
  • Eclipse total da lua
  • Sol com manchas solares (atenção: apenas com filtro solar)
  • Eclipse parcial do sol (atenção: apenas com filtro solar)
  • Aglomerado estelar Plêiades com um tempo de exposição de 30 segundos
  • Aglomerado estelar h & chi com um tempo de exposição de 30 segundos
  • Estrela binária Beta Lyare com um tempo de exposição de poucos segundos
  • Nebulosa de Oríon com um tempo de exposição de cerca de 30 segundos

Interessado? No universo da astrofotografia, ainda há muito para experimentar e aprender. Divirta-se e boas observações!

Estes artigos também podem interessar-lhe:

Produtos recomendados para a astrofotografia