7500+ artigos disponíveis em stock
🎄 Regresso possível até 31.01.2023
Seu parceiro para astronomia
Revista > Prática > Conselhos e Truques > Ajustar buscadores polares
Prática

Ajustar buscadores polares

A astrofotografia requer montagens bem alinhadas. Ajuste perfeito do polo em 11 passos.

Polsucher Montierung Weiss

Quando se planeia utilizar uma montagem não apenas para observação visual, mas também para fotografar, é imprescindível que o polo seja ajustado com precisão. Não basta alinhar o eixo da ascensão reta da montagem com a estrela polar, pois esta representa apenas de forma aproximada, e não exata, a extensão do eixo da Terra em direção a norte. É preciso alinhar meticulosamente a montagem pelo polo norte celeste.

Antes de iniciar o alinhamento, é necessário ajustar o buscador polar.

Antes de iniciar o alinhamento, é necessário ajustar o buscador polar.

1. Remover a tampa do buscador polar à frente e atrás, e endireitar o telescópio.

2. Soltar o eixo de declinação e rodar o telescópio em torno do seu eixo até ficar nivelado. Agora consegue-se ver um buraco que proporciona ao buscador polar uma vista desimpedida do céu. Voltar a apertar o elemento de fixação.

3. Ajustar a altura polar para cerca de 0° e apontar para um objeto terrestre, tal como uma árvore ou uma torre de igreja. Se o objeto estiver desfocado, focar o buscador polar até a imagem ficar nítida. Agora trazer o objeto para o centro da cruz reticulada.

4. Soltar agora o eixo da ascensão reta e rodar para o outro lado em 180°.

O objeto deveria estar agora novamente no campo de visão e na cruz reticulada do buscador polar. Se este for o caso, significa que o buscador polar já está bem ajustado. Caso contrário, é necessário realizar um ajuste.

5. Ajustar agora o buscador polar nos três pequenos parafusos até o objeto ficar centrado na cruz reticulada. Rodar agora novamente o eixo da ascensão reta em 180° e verificar se o objeto se encontra ainda na cruz reticulada. Repetir o processo até se conseguir ver o objeto em ambos os lados na cruz reticulada.

O buscador polar está ajustado.

Um método simples: o alinhamento polar

Com a EQ-6 não trabalhamos necessariamente com escalas complicadas, mas temos como base de orientação um desenho das constelações no buscador polar. De seguida, podemos decidir em que ponto se encontra o polo celeste em relação à posição das constelações.

1. Como descrito anteriormente, nivelar o eixo de declinação de modo que o buraco fique visível. Voltar a apertar o elemento de fixação.

2. Depois de ajustar o buscador polar, reajustar a latitude do local de observação à altura polar.

3. Alinhar a montagem para norte em relação à estrela polar. Se necessário, focar o buscador polar. A estrela polar deveria estar agora no campo de visão do buscador polar.

4. Ter agora em atenção a posição da Ursa Maior e da Cassiopeia no céu. Olhar agora também pelo buscador polar e ter atenção aqui às duas constelações desenhadas.

5. Uma vez que não existem escalas, soltar o eixo da ascensão reta e rodá-lo até o desenho das constelações no buscador polar coincidir com a posição real momentânea das constelações no céu. De seguida, voltar a fixar o eixo.

6. As posições coincidem, mas é possível que a estrela polar não esteja ainda no pequeno círculo desenhado no buscador polar, embora deva estar aqui. Este ajuste é realizado através do ajuste da altura polar e do azimute. A altura polar é facilmente ajustada com os dois parafusos de fixação. No caso do azimute (ou seja, a largura), é preciso soltar primeiro o parafuso com pega que sustenta a montagem por baixo. Apenas depois se pode ajustar o azimute.

Se a estrela polar estiver agora no pequeno círculo significa que o ajuste do polo está concluído.